Quinta-feira, 5 de Março de 2009
Bacalhoeiros de Portugal por uma objectiva alemã.

 

 
«Regressando com os botes. Em cada dóri é pintado um número e normalmente o homem dá-lhe uma marca pessoal, um “brasão”. Após a quantidade de peixe em cada dóri ser registada em quintais, este é garfado para dentro do navio. De seguida o dóri é içado para dentro e empilhado em conjuntos de sete, operações estas sempre lavadas a cabo do lado de estibordo do navio-mãe. Este está já bem carregado, como se pode ver pela curta margem de amurada acima da água».
 
foto: F. Krügler - Geographische Rundschau 7, 1962


publicado por cachinare às 08:41
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De jaimepontes a 17 de Março de 2009 às 23:14
Os botes de regreço ,com pouco bacalhau e o Navio com rolo a estibordo a pareçer que já está caregado ,más ainda falta não muito ,para caregar ,com o içar os botes dos dois bordos ,porque quém é do lado bombordo iça por bombordo e quém é de estibordo iça por estibordo metade cada ,normalmente os de bombordo éram do norte e os de estibordo éram do sul do País .Éra assim que se prosseçavam as coisas , assim como quando o Navio a navegar , o pessoal éra dividido por quartos ,uma média de 20 por cada quarto ,sendo tres quartos , o do Capitão o do Imediato e o do Contra Mestre isto com um navio de vélas ,porque de motor não éra preçiso ,assim os preveligiados éram aqueles que andavam ém navios a motor ,porque faziam as viagéns sem serem chamados para içar vélas e as vezes éra penoso o içar vélas com temporal e bastante mar ,eu diria mesmo muito perigoso e eu sei daquilo que falo, por tudo isto quando ,naufraguei no Aviz e no ano seguinte foi no Inaçio Cunha ,pareçe que foi para o ceu,embora o navio já estivesse vélho e por isso mesmo naufragamos logo de seguida como quém diz não ha duas sem três .Comprimentos de J.Pontes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos