Terça-feira, 31 de Março de 2009
Bacalhoeiros de Portugal por uma objectiva alemã.

 

«De ambos os lados do navio (lugre-motor "Adélia Maria"), estações de trabalho para limpeza e escala do bacalhau, com as respectivas tinas e barris para o desperdício. A escotilha aberta na imagem dá para o porão da salga do peixe. Atrás dos homens, várias roupas de oleado dos pescadores secam espalhadas pelo castelo da proa».
 
fonte: Geographische Rundschau 7, 1962 – Wirtschaftsgeographie


publicado por cachinare às 09:54
link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De Anónimo a 3 de Abril de 2009 às 18:08
Me desculpe o amigo Fangueiro, mas acho que por vezes aquilo que jorra desta sua magnífica fonte que
é o Geographische Rundschau 7, está um pouco "inquinado", como por exemplo:
-há dias, julgo ter lido algures, que os Doris deste mesmo Adélia Maria, descarregavam ou eram içados sempre pelo mesmo bordo. Não acreditei.
-aqui, transcreve "com as respectivas tinas e barris para o desperdício".
Ora acontece, que as ditas Tinas são para se lavar o
bacalhau, saído directamente da mesa de escala, e de
onde transita para o escorredor, antes de entrar na
escotilha do porão;
Já os referidos Barris, servirão para salgar Línguas e
Samus;
Portanto, nada para desperdícios, já que estes, no decorrer da escala, eram lançados directamente ao mar, onde eram avidamente disputado . Primeiro pelas inúmeras aves, depois igualmente pelos peixes.
Cumprimentos,

Albino Gomes



De Anónimo a 3 de Abril de 2009 às 21:50
gostaria ver melhor da sua parte, todos agradecemos


De Anónimo a 4 de Abril de 2009 às 12:56
Para este anónimo, que se esconde no anonimato, e diz: «gostaria de ver melhor da sua parte», escrevi precisamente o pequeno e objectivo comentário, de quem há meio século, lá andou a trabalhar no duro.
E não é a opinião de um qualquer tecnocrata, mais ou menos bem relacionado com aquilo que o nosso povo costuma designar como «espírito santo de orelha».
É que Nós, os que lá andamos, tal como diz o poeta:
Vemos,... Ouvimos... e Lemos,...não podemos Ignorar!
Cumprimentos, deste que assina o que escreve,

Albino Gomes
Vila do Conde
Portugal
Europa
Mundo

Post Scriptum: por curiosidade, apenas gostaria de
saber quantos são os tais TODOS que autorizaram o agradecimento...



De cachinare a 4 de Abril de 2009 às 13:50
Amigo Albino,

Em todas as fotos que tenho publicado desta revista alemã, tenho transcrito "à letra" a descrição que fazem da Faina e nem sempre está correcta. Como diz e bem, os barris não eram para desperdícios e confio nos habituais comentários para se explicar correctamente a Faina Maior.

Agradeço-lhe sempre os comentários.
A.Fangueiro


De Anónimo a 5 de Abril de 2009 às 12:22
Caro amigo Fangueiro,

Gostaria que me informasse se é ou não seu, o comentário
de 3 de Abril, onde se diz (mais ou menos) que "gostaria de ver melhor de minha parte".
Confesso que fiquei um pouco confuso, quanto à real intenção do referido escrito.

Aproveito o ensejo para lhe solicitar ainda, o favor de me informar como poderei aceder a essa referida fonte alemã.

Com os melhores cumprimentos,
Albino Gomes


De cachinare a 5 de Abril de 2009 às 22:26
Amigo Albino,

O comentário sobre o qual me pergunta, não é meu e sinceramente não o percebi. Sempre que respondo a comentários, coloco o meu nome ou "cachinare".
Aqui lhe mando o link sobre a revista alemã, fonte destas imagens e textos.

http://www.anton-dohrn.de/html/ad024_1957_dory%20article.html

Um abraço,
A.Fangueiro


De Anónimo a 6 de Abril de 2009 às 18:45
Obrigado pela explicação, pondo fim à minha duvida.
Agora percebi melhor se sim ou não, havia acinte de
quem pôs a questão.
Afinal, o tal TODOS, era só um...
É como diz o povo português, e com razão: afinal,
a Montanha pariu um rato!...
Parabéns, e tal como sempre tem feito, continue a assinar os seus valiosos trabalhos.
É assim que os Homens fazem.

a) Albino Gomes
Albino Gomes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos