Quinta-feira, 11 de Junho de 2009
Museu Marítimo de Ílhavo – actividades.

«O Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) prossegue e consolida as suas iniciativas de extensão de projectos expositivos, em Portugal e no estrangeiro. A 31 de Maio de 2009, Dia do Pescador, foi inaugurada no Centro Cultural da Nazaré a exposição Caixa da Memória – Tributo aos homens que foram ao bacalhau, produzida pelo MMI. A exposição registou grande afluência da comunidade local, permitindo ao Museu e ao Município de Ílhavo estabelecer novos laços com o Município da Nazaré no domínio dos patrimónios e culturas marítimas. A abertura da exposição incluiu uma conferência de Álvaro Garrido, Director do MMI, intitulada “A Pesca do Bacalhau – História e Memória”.

No mesmo dia e no âmbito das comemorações do Dia do Pescador, o MMI marcou presença em Lavos, Figueira da Foz, onde a Junta de Freguesia local tomou a iniciativa de construir e inaugurar um monumento de homenagem aos pescadores bacalhoeiros naturais daquela comunidade. A cerimónia de inauguração do monumento – o primeiro construído no país para evocação dos homens que foram ao bacalhau – associou-se à abertura de uma exposição de fotografia e filme sobre os pescadores e tripulantes locais, também ela produzida pelo MMI.
Estas e outras exposições itinerantes permitem ao MMI consolidar o seu processo de diversificação de públicos, em especial as suas relações com as comunidades piscatórias. Entre 4 de Julho e 11 de Outubro, o MMI estará no Museu Marítimo de Roterdão (Holanda) através da exposição A Campanha do Argus. A produção e empréstimo desta exposição permitem ao MMI uma efectiva internacionalização, dado que o Museu Marítimo de Roterdão é um dos mais visitados da Europa, sendo esta a sua única exposição temporária durante a época de Verão. Em Toronto, Canadá, no âmbito das comemorações do Dia de Portugal e das comunidades portuguesas, a partir de 10 de Junho, o MMI terá igualmente uma exposição, Terra Nova, Terra dos Bacalhaus, produzida pela extinta Comissão dos Descobrimentos Portugueses em colaboração com o MMI.»
 
Álvaro Garrido
Director do Museu Marítimo de Ílhavo – 7 de Junho de 2009.


publicado por cachinare às 09:57
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De jaime pontes a 11 de Junho de 2009 às 19:59
MUSEU MARITIMO DE ILHAVO representa Portugal ém todo mundo Bém Haja ,os pescadores bacalhoeiros de ontém e de hoje sentem-se representados e bém por MMI já que outras cidades e vilas de pescadores não se identificam com esses projectos ,até parece que foi só Ilhavo e Gafanhas que deram pescadores ao bacalhau ,mas não , por incrivel que pareça ,desde Caminha a Vila Real de Santo António , ém espeçial Caxinas e Poça da Barca e não esquecendo os Açores, sairam centenas ou milhares de pescadores para a pésca do bacalhau ,mas só Ilhavo se lembra e bém e vai fazendo a mereçida homenagém aos valentes bacalhoeiros ! Por tudo aqui de Caxinas um BÉM-HAJA ao Museu Maritimo de Ilhavo ...comprimentos , Jaime Pião


De Anónimo a 13 de Junho de 2009 às 12:33
Se em cada ano de Campanha para a Pesca do Bacalhau, saíam daqui da Vila, Caxinas, Poça da Barca e ainda Vila-Chã, mais de 500 pescadores, obviamente que poderemos concluir que ao longo de várias décadas, contribuímos com milhares de tripulantes para a frota bacalhoeira.
Quanto à exposição itinerante CAIXA DA MEMÓRIA,
que em boa hora o Museu Marítimo de Ílhavo, pensou e logo realizou, tenho a ideia de já aqui ter referdo que a primeira Exposição da identidade dos pescadores, embora com outro nome, se realizou aqui em Vila do Conde, na Cripta do Senhor dos Navegantes. Sobre
tal facto, já falei no Museu Marítimo de ÍIlhavo.

Anteriormente, houve cá uma outra exposição sobre Lugres Bacalhoeiros, também oriunda do Museu Marítimo de Ílhavo, numa iniciativa da Associação de Marinheiros da Armada de Vila do Conde
(a que eu então presidia), e da Junta de Fréguesia,
presidida por Marcelino Eusébio.
Cumprimentos,
Albino Gomes


De jaime pontes a 13 de Junho de 2009 às 19:05
Boa tarde amigo Albino Gomes e todos que por acaso passam aqui pelos comentários os meus comprimentos saúdações para o amigo Fangueiro ...
Sim eu lembro-me de ver essa exposição de Caixa de Memória aqui nas Caxinas ,na cripta da igreja do Sre dos Navegantes e que chamou a atenção de muita gente cá da térra e isso durante varios dias ,só que não estáva bém pelo abeçedário estáva salteado o que dificultava um bocado os reconheçimentos das pessoas ,más mesmo assim vi pessoas que saltaram com os olhos de alegria ao reconheçer os familiares ou simplesmente conheçidos e até eu fiquei a relembrar pessoas que já não se encontram entre nós e fiquei bastante tempo a relembrar ,más a exposição de lugres ou navios não me lembro ,más acredito que sim até porque alguém na altura me disse que estáva algo no genero ém exposição e sendo assim dou os meus parabéns pela iniçiativa porque foi do melhor que aconteçeu aqui na zona e ao amigo Bino mais uma vês é de louvar éssas e outras iniçiativas que tão bém fáz ao pescador cá das Caxinas e Poça da Barca, Já agora os nossos pescadores de Vila do Conde propriamente dito e os de Vila chá que me perdoe mas já me ia esqueçendo e nem sempre bém a memoria mas também foram muitos os que foram ao bacalhau ém especial Vila Chá ,ou não fosse de Vila Chá quem me levou de verde ao bacalhau o saudoso David a quém o meu pai o levou e ele mais tarde retribuiu e como ele muitos de Vila chá e até Mindelo ao longo de muitos anos saiam para o bacalhau ,como digo do LITORAL PORTUGÊS sairam as centenas de pescadores para o bacalhau ... Ém jeito de desabafo o que se tém feito aqui ém VILA DO CONDE para lembrar aos mais jóvéns que tal gente dos bacalhaus ,dos temporais ,dos nevoeiros e dos gelos existiram as centenas na nossa térra ao longo de duas centenas de anos ??? meus comprimentos Jaime Pião


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Aproveitando a ocasião, sugiro a todos, pescadores...
Na verdade, tal como diz o Jaime Pontes, esta pose...
Claro que como demonstração tá tal e qual mas ,não...
Tal como se fosse um «filho pródigo», 7 meses depo...
é com orgulho e admiração que leio e recordo este ...
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos