Quinta-feira, 18 de Junho de 2009
Arte marítima.

Flying Wing  -  Steve Farrow
 
O “Flying Wing” foi um dos primeiros navios de pesca por arrasto lateral movidos a carvão, constuído para a Marshall Steam Fishing Company em 1915, mudando de armadores várias vezes durante a sua carreira. Serviu em ambas as duas guerras mundiais como limpa-minas e regressou à pesca em 1946. Em 1962 rumou à Bélgica, para ser desmantelado.


publicado por cachinare às 08:58
link do post | comentar | favorito

11 comentários:
De jaime pontes a 19 de Junho de 2009 às 09:28
ASSIM COMEÇOU A DESTRUIÇÃO DOS FUNDOS DO MAR .
A PÉSCA DO ARRASTO COM PORTAS FOI O PIOR QUE PODIA ACONTEÇER AO FUNDO DO MAR E ISTO PORQUE A GANANCIA ÉM PESCAR SEMPRE MAIS UNS E OUTROS DIZIMOU OS BANCOS DO BACALHAU .
É SABIDO QUE UMA REDE DE ARRASTO COM PORTAS ,DESTRUI A FLORA E TUDO QUE É FAUNA MARINHA E AO DESTRUIR A FLORA DOS FUNDOS VAI TAMBÉM O HABITATE NATURAL DOS PEIXES ,PORTANTO DESDE QUE COMEÇARAM APAREÇER OS NAVIOS DE ARRASTO O BACALHAU E TODAS AS ESPEÇIES DE PEIXE TENDERAM A DIMINUIR EM GRANDE ESCALA ,E AINDA BÉM QUE ALARGARAM AS ZONAS DE PESCAS ÉM MILHAS PORQUE SE NÃO HOGE NÃO EXISTIA UM RABO DE PEIXE PARA COMER ,MAS TAMBÉM AS ARTES DE EMALHAR ÉM ESPEÇIAL O TRESMALHO É PREDADOR E QUASE TUDO QUE SÃO REDES É PREDADOR ,POR TUDO ISSO SÓ A PESCA TRADICIONAL DO ANZOL É QUE HAVIA DE VIGORAR DE CERTESA QUE HOJE NÃO PREÇISARIAMOS DE COMER PEIXE CRIADO ÉM PIXICULTURAS E AFINS ! RESUMINDO ,EU SEMPRE CONCIDEREI OS NAVIOS DE ARRASTO OS ASSAÇINOS DO MAR COM DADOS CONCRETOS E COMPROVADOS ...COMPRIMENTOS JAIME PONTES »PIÃO»


De Celestino a 25 de Junho de 2009 às 02:29
Tem toda a razão. Estou plenamente de acordo.


De joaoroques a 23 de Junho de 2009 às 00:36
Amigo Jaime.Faça mais atenção aos erros ortográficos,para um melhor entendimento dos seus leitores.Sugiro-lhe um pequeno conselho de amigo.Faça um pequeno rascunho e consulte o di
cionário e só depois passe para o P.C.
Perdoe,mas é para o bem de todos.Um grande abraço.Seu amigo JOAO


De jaime pontes a 23 de Junho de 2009 às 09:25
Bom dia João ,tudo bém mas agora vou continuar assim desta maneira porque me sinto bém , isto que escrevo dá para os leitores entenderem ,por isso não será preciso ir a dicionarios para fazer um comentario e até agora sempre me saí bém pelo menos julgo que sim ? sem mais um abraço de amigo .Jaime Pião.


De João Marçal a 25 de Junho de 2009 às 01:27
Força companheiro. Assim com a letra minúscula até fica mais bonito.

Cumprimentos

João Marçal


De celestino a 25 de Junho de 2009 às 02:31
Não se preocupe. Eu entendio-o muito bem.


De Anónimo a 29 de Junho de 2009 às 12:51
Escrevendo como sabe, e falando como fala, o Jaime Pião é mais puro, castiço e até charmoso, para quem com ele dialoga. Fino como um rato, cultivado na Universidade da Vida, que lhe deu um conhecimento acima da média, o Jaime não se deixa enredar facilmente nas malhas que, aqui e além, essa mesma vida nos tece.
Tal característica é preciso preservar, já que são as verdadeiras raízes deste povo Caxineiro, talvez ainda mesclado desse bravo sangue Viking, povo que séculos e séculos atrás, aqui aportou primeiro.
Percebemos a boa intenção e conselhos, que lhe queiram dar, já que um Dicionário é sempre um bom conselheiro, e com ele convivo bastas vezes, mas
este Jaime, tal como alguns outros que conheço, são pessoas muito "sui generis", cujo linguarejar urge preservar...
Depois do S. João, bom S. Pedro!
Al bino



De jaime pontes a 29 de Junho de 2009 às 19:11
Então companheiro boa tarde , pois obrigado pelo elogio, sou eu próprio e entendo que ninguém se chateia com a minha escrita e também sei que dou erros mas como digo ,um dia resolvi escrever letras para fazer dupla com o Zé Moreira e mais tarde gravamos dois cd ,entretanto um amigo meu que foi Professor e está reformado ele viu -me a escrever no bar da praia e no fim passou os olhos e eu disse Senhor Correia olhe que tem muitos erros ,e ele depois de ler respondeu-me ,amigo Jaime eu tenho amigos que são escritores e doutores e de vês em quando os amigos escritores trazem-me os escritos para eu avaliar e também dão erros por isso não se admire ,porque os sábios também erram .
Por tudo isto muito obrigado e a rapaziada que me desculpem mas todos os dias eu estou a apreender .
Os meus comprimentos um abraço amigo ALBINO ... Jaime Pontes


De JOSÉ MOREIRA a 30 de Junho de 2009 às 12:40
É um prazer enorme vir por este meio comprimentar Sr. Jaime Pontes onde tenho o previlégio de ser amigo dele na música onde temos 2 cds com o título = Amigos da praia = e ouvir tudo sobre a Pesca do Bacalhau e também aqui no qual o Sr. Jaime foi armador.
Os melhores comprimentos a todos que gostam de ver estas histórias que foram bem reais.
Um abraço do Zé Moreira.


De jaime pontes a 30 de Junho de 2009 às 14:29
Olá ZÉ MOREIRA tudo bem ?
Pois é ,julguei que nunca aparecias por aqui para cumprimentar o pessoal e entrar nos comentários ,afinal disto também sabes bem e de mar também estás ao par ou não fosses filho e neto de pescadores , para mim este blog é o mais completo ,fala de tudo em especial da vida marinha e de pescadores e não só! um abraço para ti e comprimentos a todos ...jaime pontes


De Sônia Maria a 28 de Novembro de 2010 às 21:23
Jaime você é um dos pescadores mais concientes que já conheci! Parabéns pelos comentários.
Seu blog está muito bom!
Beijos!
Sônia


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos