Quinta-feira, 23 de Julho de 2009
A preto e branco.

 

Por entre as florestas de barcos que enchiam os areais, as mulheres “tratavam de vida”, dominando toda a hierarquia social piscatória em terra. O sagrado misturado com o profano eram da maior importância e não faltavam as histórias onde o desrespeito pelo profano... trazia miséria e fome a quem não teve cuidado com a superstição. O folclore poveiro é riquíssimo nisto, e há que o registar o mais possível, pois os “velhos” ainda estão a tempo de o narrar.
 
imagem de: “Ala-Arriba” – José Leitão de Barros, 1942.


publicado por cachinare às 08:22
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De jaime pião a 23 de Julho de 2009 às 10:42
Bom dia ,recordando outros tempos ,outras memórias fico sempre extasiado quando olho estes retratos ,sim porque agora só fotos para se recordar ,porque os tempos apagam tudo só as memórias vão ficando .
Aqui está nesta foto antiga ,um bom argumento para se discutir , a praia das lanchas e bateis desde lá da ponta do norte da Povoa ramalhão até a favita Poça da barca ,era uma autêntica floresta de barcos desde as lanchas até os bateis mais pequenos .
quando do meu tempo de rapas aí pelos anos 50 andava-mos meia dúzia de rapazes das Caxinas na mestra como se dizia no tempo ali para os lados da Lapa ao lado da casa dos pescadores da Povoa e muitas vezes faltava-mos a aula para corrermos a praia dos barcos em especial para saltar-mos dentro das lanchas sempre a procura da maior como o São José ao leme o Vamos Com Deus e a Senhora da Agonia por aí adiante e dava gozo essas brincadeiras ,que faziam dos rapazes autênticos pescadores isto no faz de conta todos queriam ser os melhores a imitar o arrais ou o proeiro .
A foto mostra ainda uma varina na areia a espera do seu marido ou filho que chegasse do mar e uma vidente cigana que nesses tempos abundavam e muitas pessoas caiam no conto das sereias como ainda hoje mas de outra forma !
Era o dia a dia ,as ciganas baterem as portas ou onde houvesse uma pessoa homem ou mulher mais as mulheres aqui pelas Caxinas e apregoavam ,leia a sua sina por cinco tostões leia sua sina e por diante e as vezes ouvia-se dizer que não era só os cinco tostões era muito mais quantos mais problemas as pessoas tinham ! ...Jaime Pião


De José Cunha a 23 de Julho de 2009 às 14:12
Olá António, e Sr. Jaime.
Como já sabem, pouco ou nada entendo dessas coisas de mar, só gosto dele, .... e pronto!!!
Mas, António, esclareça-me o seguinte : A foto hoje publicada, e a que está no cabeçalho do blog, não são "frames" de um filme?


De José Cunha a 23 de Julho de 2009 às 14:15
Peço desculpa, só agora reparei que estava referenciado o nome do filme.
Mas a de cima também é, ou não? É que, até a qualidade da imagem, isso me faz pensar.


De Anónimo a 26 de Julho de 2009 às 11:06
Estas fotos, são cenas do filme "Ala Arriba", no qual participou como figurante a sogra do Nascimento da Escola de Condução, senhora que trabalhou dezenas e dezenas de anos, com seu marido Porfírio, na Fábrica Valfar, e por tal motivo, morava no Bairro Delfim Ferreira, desta Vila do Conde, onde criou um rancho de filhos.
Quanto à primeira foto, com aquelas camisolas de lã bordadas a ponto de cruz, são apenas cenas folclóricas.

Al bino Gomes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos