Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009
A Desterra do Caetano.

Maria do Desterro é uma senhora poveira bem conhecida no meio cultural piscatório da Póvoa de Varzim. É também a irmã mais nova da minha avó materna, ou seja, é minha tia-avó.

Na sua já bela idade, pertence à geração poveira ainda da pesca tradicional, em barcos de boca aberta e à vela e são esses tempos que nos transmite desde há vários anos em eventos culturais, ora representando o dia-a-dia da pescaria poveira, ora narrando “contos dos velhos” que prendem a atenção de qualquer um, várias vezes na companhia do seu marido Caetano.
Pelo menos 12 desses contos estão disponíveis na internet, em vídeo, dentro do excelente projecto MemóriaMedia. Fica abaixo o link para um desses contos e a partir dele poderão aceder aos outros nessa página.
Que fantásticos eram aqueles tempos em que se receavam as sombras e os vultos nocturnos, em que o dia e a noite, os meses e as estações obedeciam a uma hierarquia de crenças que fortaleciam uma comunidade e a enriqueciam. Eram também ecos de um passado longínquo que porventura guardam respostas às origens do pescador poveiro, ecos esses que não descuravam por vezes, a presença enebriante (e inspiradora) de uma boa aguardente ou umas malgas de “rija”.
 
foto - Maria do Desterro, Noite dos Museus, 2007 - Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.
 
1º. conto - O Diabo na Igreja.


publicado por cachinare às 08:10
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De José Cunha a 22 de Outubro de 2009 às 14:13
Fantástico !
Esta postagem merece nota "20".
Obrigado António.


De jaime pião a 22 de Outubro de 2009 às 14:41
Boa tarde a todos .
Eis aqui um titulo ,comum a toda comunidade piscatória !
A Desterra do Caetano ,a Gina do Porfírio o Quim da Mena ,o Jaime da Aurora e assim sucessivamente !
Eram nomes que se ouviam noutros tempos ,com certeza nos lugares de pescadores, que não só no nosso lugar !
Ja agora aproveitava mandar um abraço fraterno ao amigo Caetano e um beijinho carinhoso a esposa do Caetano a Desterra ,gente boa de muitas amizades e muita vida passada no mar e em terra !
cumprimentos do Jaime Pião ...


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Na verdade, tão belo quanto elucidativo este quadr...
Mas que beleza de foto ou pintura que retrata bem ...
Aproveitando a ocasião, sugiro a todos, pescadores...
Na verdade, tal como diz o Jaime Pontes, esta pose...
Claro que como demonstração tá tal e qual mas ,não...
Tal como se fosse um «filho pródigo», 7 meses depo...
é com orgulho e admiração que leio e recordo este ...
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos