Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009
Os motores das antigas catraias.

Descrevia-me há tempos o meu pai a altura em que começou a pescar junto com o avô nas Caxinas, numa pequena catraia, tinha ele 11 anos, isto cerca de 1959. Por essa altura, cada vez mais catraias tinham já abandonado a vela como propulsão principal, e utilizavam pequenos motores fora-de-borda. Era o caso da catraia do seu avô, de cerca de 5,5 metros de comprimento, de nome “Sagrada Família” – “Jesus, Maria, José” já adaptada com um motor fora-de-borda Evinrude, de 5,5 cv, côr azul claro. Após alguma investigação, presumo que seria o motor nas primeiras imagens, o Evinrude “Fisherman”, um dos de maior sucesso da marca.

Todas as imagens que aqui coloquei baseiam-se nos motores dos quais o meu pai se lembra, cerca de 1955-1965, os Evinrude, Johnson, Mercury e Gale. Mencionou-me também motores Lambretta, mas sobre eles não encontrei qualquer referência.
Também na pesca do bacalhau se usaram motores adaptados aos dóris, mas sobre este aspecto é mais difícil encontrar relatos ou fotos, e perceber como realmente estavam instalados nos dóris. Sei que seriam montados ao centro do bote.
Estou certo que alguns dos habituais comentadores se lembram destes motores, e seria excelente se pudessem descrever todos os motores dos quais se recordam, no maior detalhe possível, fosse na costa portuguesa, ou na pesca do bacalhau.
Quem sabe um dia não se compram algumas destas relíquias para o futuro Museu das Caxinas / Poça da Barca.
 
imagens dos motores Gale, copyright de Duckworksmagazine.

 



publicado por cachinare às 08:06
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De jaime pião a 13 de Novembro de 2009 às 15:28
Boa tarde António ,tudo bem contigo, boa saúde sempre e cumprimentos a todos que por aqui passem ok ?
Pois agora vens lembrar os motores de fora de borda , que eu recordo muito bem e já agora vou contar aqui uma história que se passou comigo presente no barquinho da sardinha .
Quando meu Avô fangueiro comprou o motor -lambreta -já havia algumas lambretas » nome dado aos motores de então »e no primeiro dia que fomos ao mar com a lambreta logo a trabalhar era uma maravilha em pleno verão nem pensar em armar os remos ,que maravilha dizia-mos uns para outros !
Um belo dia ,mesmo ao sair para a pesca da sardinha já desviados fora da barra o motor lambreta foi a baixo ,ó que seca dizia-mos uns para os outros chatice mesmo ,diz o meu avô ,armai os remos porque a vela do motor abafou ,e um camarada ,nome dado na época aos tripulantes das embarcações que ainda hoje se usa esse nome ,virou-se para o meu avô e disse ,teu manel eu não remo , claro está que esse camarada era o mais velho de nós e com um irmão connosco também ,e nós os netos eu e um primo também não armamos os remos ,então não quereis remar ,disse o meu avô é que nem a vela já levava-mos para o mar !
Foi então que o mais velho o Agonia pampulha bom camarada diga-se ,disse ao meu Avô ,teu Manel eu vou aí e boto esse motor a trabalhar ,e sem esperar resposta lá foi a popa do barco e pegou na finaqueira nome dado a fio de puxar e deu ao fio ,espanto o motor trabalhou logo !
Resumindo o meu Avô parou o motor de proposito só para poupar a gasolina ,isto é uma das muitas que me lembro !
cumprimentos jaime pião ...


De celestino a 15 de Novembro de 2009 às 17:49
Boa tarde!
Também me lembro do motor lambreta os primeiros a ser aplicados nas gamelas ou masseiras ancorenses. Tinham um problema frequente: era o de facilmente encharcarem as velas. Quantas vezes era preciso retirar e limpar, tornar a meter e dar ao fio. Aqui só me lembro dos motores fora de borda que vieram a seguir: os Evinrud e os Mercury, todos de inícios de sessenta.
Um abraço,
Celestino Ribeiro (Ulisses)


De celestino a 15 de Novembro de 2009 às 17:55
Onde digo "só me lembro" queria dizer "também me lembro dos motores que vieram a seguir: os Evinrud e os Mercury".
Peço desculpa.

Celestino


De jaime pião a 15 de Novembro de 2009 às 03:31
Pois como passei por aqui novamente ,vou contar uma história sobre o dito motor de fora de borda ,neste caso um jonson !
Já em em 1969 ultima viagem dada por mim ao bacalhau então no Navio Novos Mares , e nesse ano levei motor ,aliás fomos autorizados 10 pescadores a levar motor ,mas por conta propria ,o que já nem era mau ,e comprei em segunda mão um motor jonson 5,e meio que beleza pensei eu ,então trabalhava que era uma maravilha a saída de Portugal até chegar ao pesqueiro sempre a experimentar era um gosto velo a trabalhar ,mas quando começamos a arriar o motor ao contacto com a água por ser fria ou não sei porquê deixou de trabalhar ,e mas que grande bagunça ,la trabalhei esse dia sem motor ainda bem que levei a bela comigo se não tinha que remar o que era desgastante !
Outro dia como o motor ficou para reparar o motor o segundo de maquinas do Navio lá levou parte da noite a reparar o motor o que diga-se la conseguiu polo a funcionar ,mas ao arriar ao outro dia ,lá ficou panado outra vês ,mas que situação a minha que gastei dinheiro e fiquei desarremediado na mesma ,e isto aconteceu o tempo todo que pescamos na Groemlândia o que me fês desistir dele muito tempo ja ficava a bordo ,o pior é que ele na casa das maquinas do Navio trabalhava como um relogio ,mas vinha para o bote e nada ,até que chegou altura do Navio fazer viagem para Terra Nova ,porque ainda se vinha fazer pesca ao sul e então os 20 dias ou mais que ainda pescamos na Terra Nova o motor nunca parou de trabalhar ,é caso para dizer mas que birra !
cumprimentos jaime pião ...


De Praca a 27 de Junho de 2012 às 01:02
Parabens pelo site, tenho um motor de poupa everunde, muito parecido com esse dos anos cinquenta e de cor azul e cinza, O que eu gostaria de saber se este motor que tenho, que ano ele é ...e quantos HP, Infelismente meu Pai veio a falacer e nao tenho essa informação ... ..Gostaria de saber se mandar a foto dele vcs podem me ajudar...


De cachinare a 28 de Junho de 2012 às 00:33
Caro Praca,

Mande umas fotos do motor a ver se descobrimos o que pergunta. Mande para o email cachinare@sapo.pt

Atentamente,
A.Fangueiro


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos