Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010
Barcos Tradicionais - Taxas portuárias 90% mais baratas.

Portos de Galicia reduce un 90% as taxas para embarcacións tradicionais.

 

Como xa anunciara recentemente, Portos de Galicia rebaixa as taxas para as embarcacións tradicionais. Onte 30 de decembro publicouse no DOG a Lei de Orzamentos de Galicia para o 2010 que modifica a Lei 6/2003 de Taxas, etc. introducindo unha bonificación das taxas portuarias para as embarcacións tradicionais do 90%. Transcribimos a redacción final do artigo:
e) ´Nas concesións ou autorizacións de dominio público portuario outorgadas a entidades náuticas ou culturais sen ánimo de lucro para actividades de ensinanza da náutica deportiva ou de conservación ou recuperación de embarcacións tradicionais terá unha bonificación do 90% no que se refire exclusivamente a estas actividades, sempre que non sexan obxecto de explotación económica´.
Esta é unha excelente noticia pola que levamos traballando e agardando moito tempo.”

Comentário - , 01/01/2010 - 14:17.
Felicidades. Este año ha de ser, de una vez por todas, el año en el que las embarcaciones tradicionales tengan por fin el reconocimiento debido y el apoyo legal que merecen. No peco de exagerado, ni mucho menos, si os digo que este paso que habéis conseguido en Galicia es un paso histórico. El primero del año y que os ha costado años conseguirlo. Pero el primero, y estoy convencido que no será el único. Gracias a todos vosotros por tantos años de trabajo.
Josep-Anton

Comentário - , 03/01/2010 - 14:12.
Parabéns!
No entanto, acho que para além deste primeiro passo, agora dado pelas autoridades marítimas, deveriam era dar um outro (talvez na mesma percentagem de 90%), como subsídio a quantos com as suas Tradicionais Embarcações, preservam todo o magnífico património desse povo marinheiro.
Viva a Cultura Costeira
Albino Gomes
Vila do Conde
 
Cometo a ousadia de transcrever o artigo recente da Federação Galega pela Cultura Marítima e Fluvial, pois a batalha por eles ganha neste aspecto merece-o. É a partir de agora 90% mais barato ter um barco tradicional na Galiza, em taxas portuárias. Relembro por exemplo que (ao que sei), se eu pretender ter uma típica catraia poveira, até 6 metros de comprimento, amarrada na marina da Póvoa de Varzim, terei de pagar 575 Euros por ano. 90% mais barato seriam apenas 57,50 Euros/ano. Tendo a lancha do alto “Fé em Deus” cerca de 12 metros... pagará actualmente 2.100 Euros/ano, suponho. Esta diferença significa muito quando alguém decide mandar construír um barco típico da sua terra, o qual promove e muito a sua comunidade, directa ou indirectamente, algo que os munícipios teimam em não perceber e apoiar.
A Galiza continua a lutar e a ultrapassar dificuldades no reavivar da sua Cultura Costeira, mas o Norte de Portugal, antigo Sul da região galaica, de igual cultura e língua, não lhe segue o exemplo. Que a nova catraia em construção em Vila do Conde já aqui noticiada e revelada pelo amigo Albino Gomes (autor do 2.º comentário), ajude mais um bocadinho a abrir os olhos de população e autarquias, mas muito poucos são os “remadores” que vamos tendo.
E já agora, venham notícias da catraia.


publicado por cachinare às 08:10
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 7 de Janeiro de 2010 às 17:50
Atenção, amigo Fangueiro.
Segundo julgo saber do meu amigo João Baptista, Presidente da Associação Barcos do Norte, o Imposto que em Portugal se paga, não se reporta ao facto de a embarcação utilizar a Marina. Isso é outra coisa, que terá de ser pago para além do tal Imposto, que
aqui nos é imposto . . .

Tal como se fosse um Iate,
De um qualquer magnate . . .

Quanto a notícias da Catraia "vileira", já a vi riscar nos
Estaleiros do Samuel. Segundo parece, vão fazendo conforme o trabalho, o qual, neste momento,
felizmente, parece ser bastante, o que é muito bom para este país em crise por todo o lado.
Quando tiver novidades e a ocasião se proporcionar,
não deixarei de aqui assinalar.
Cumprimentos, e continuação de Bom Ano.

Al bino Gomes




Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos