Quinta-feira, 8 de Julho de 2010
A preto e branco.

 
Estendidos no areal poveiro, podem-se ver alguns exemplos da palamenta usual dos barcos, como remos, ou 3 “poitas”. A poita era o equivalente a uma âncora, mas manufacturada com um bloco de pedra preso entre três peças de madeira devidamente unidas. Exactamente este tipo de âncora “primitiva” (e sem custos) pode ser encontrado nos antigos pescadores da Galiza, País Basco, Bretanha, Escandinávia ou Mar Báltico, o que revela uma das origens das tradições piscatórias do Norte de Portugal. Mas o que não consigo decifrar na imagem são as muitas “varas”, algumas delas aparentemente perfuradas. A ver se os habituais comentadores mas sabem explicar.
 
Imagem do filme: “Ala-Arriba” – José Leitão de Barros, 1942


publicado por cachinare às 08:11
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De jaime piao a 8 de Julho de 2010 às 12:24
Bom dia caros amigos , mais uma das fotos que a mim me diz muito ,pois que eram os paus de varar os barcos e as respetivas vergas e mastros que mais nos seduziam quando no verão , nós os rapazes mais gostava-mos para nadar, então cada um dos rapazes pegavam num mastro mais pequeno ou pau de varar para se recriar na água do mar claro, e depois sempre ou quase sempre ,la ficavam os paus ou os mastros na praia ao sabor das ondas ou na pior das hipótses lá se iam por mar abaixo e muitas vezes nem apareciam ,com prejuizo para os seus donos ,assim levei muita porrada dada pelo meu pai ,porque havia sempre alguém que me acusava assim como os outros rapazes ,mas foram anos dourados que me ficou na memória ,por isso amigo António o que se vê no areal são os respetivos mastros e vergas juntamente com os lemes ,normalmente se juntavam as três pessas na areia cada instrumento com sua marca que era habitual se marcar pelos proprios donos ,lá como cá nas Caxinas era igual por isso antes e depois dos anos 40 do céculo passado eram assim as nossas praias as nossas areias enfeitadas com palamentas dos então barcos de remo e vela BEM-HAJA !


De celestino a 9 de Julho de 2010 às 10:16
No Portinho de Âncora ficavam na praia os paus de varar, tal como descreve o amigo Jaime Pião. Aqui havia dois tipos de paus de varar: os das gamelas de tipologia galega e os do barco poveiro. Os das gamelas eram varas compridas que se estendiam a par e sobre elas eram colocados os rolos, varas mais curtas; os dos barcos de tipologia poveira eram parecidos com os antigos paus das linhas férreas, entendidos em linha untados com sebo para a quilha escorregar melhor. Estes barcos aqui em VP Âncora eram varados também com o auxílio do cabo de varar, constituído por um cadernal em um moitão por onde passava um cabo. O cadernal era fixado numa âncora enterrada na areia e o moitão num orifício no cadaste da embarcação. As pessoas puxavam o tirador emquanto os outros homens puxavam pelos costados. As varas e os outros paus - era assim que chamávamos aos dos barcos poveiros - ficavam muitas vezes a boiar na maré e davam geito para brincar na água a nadar todos nus que era uma maravilha.


De Anónimo a 12 de Julho de 2010 às 12:39
Pelos comentários que de quando em vez aqui vão fazendo, parabéns ao Celestino e ao Jaime Pião.

Pena é que os "mandões" das suas regiões,
andem tão distraídos, talvez a pensar nos cifrões(...),
e não procurem colher estas e outras informações,
destes e de tantos outros Celestinos e Piões.
Parabéns,

a) Albino Gomes

-ps :
Desculpem lá, tantas rimações.
É só para ver se acordamos uns morcões,
Que estão a perder tantas informações,
Que mais tarde, virão connosco nos caixões...
.


De Anónimo a 12 de Julho de 2010 às 12:45
Corrigindo:
- Onde diz: VIRÃO connosco nos caixões,
queria dizer: IRÃO connosco nos caixões.

a) Albino Gomes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...
Salvo melhor opinião, julgo que esta imagem do gra...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos