Quinta-feira, 15 de Julho de 2010
A última da sua raça.

 

Em 2008, a típica catraia fanequeira de Vila Chã (Vila do Conde) "Nossa Senhora D´Agonia", foi filmada durante cerca de 11 minutos, como parte do filme "Água Arriba, histórias de barcos e homens", pela mão da AO NORTE - Lugar do Real.

É a última e única catraia deste tipo existente em Portugal, totalmente funcional e a navegar, graças ao homem que acena. Julgo que no país de marinheiros que é(ra) Portugal, são já muito poucos a perceber o que ele percebeu sobre o significado deste barco, que não deixou morrer. Se não fosse assim, esta belíssima embarcação já teria outras do seu tipo construídas e a navegar a seu lado.

Um agradecimento ao seu proprietário e à AO NORTE por este registo, que muito enaltece a "Nossa Senhora D´Agonia". Que bom seria se também a promovesse... .

 

Para visualizar o filme, basta seguir aqui Catraia - Lugar do Real

 

via blogue Barcos do Norte

 



publicado por cachinare às 08:26
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Anónimo a 15 de Julho de 2010 às 11:52
Bom dia amigos,

Este pequeno (mas muito elucidativo) filme, aguçou-me a vontade de navegar à vela.
É natural que, com a introdução de motores e novas tecnologias nos barcos, os pescadores procurassem maior conforto, segurança e estabilidade. O que já não se compreende é a total falta de visão do potencial cultural (e até pedagógico e/ou desportivo)destas embarcações, por parte dos responsáveis locais por estes pelouros.
Não se pode atribuir esta responsabilidade a particulares. Pessoas com poucos recursos financeiros terão outras prioridades.
Porém, tenho a certeza que se houvesse uma ou duas destas embarcações a funcionar não faltariam recursos humanos (voluntários) para partilhar com os mais novos as suas histórias e ensinar-lhes a arte de navegar à vela, actividade que, infelizmente, nunca tive a oportunidade de experimentar.

melhores cumprimentos

Rui Maciel


De barcosdonorte a 15 de Julho de 2010 às 23:12
Caro Rui, quem sabe um dia pode dar uma volta num verdadeiro barco tradicional recuperado e a navegar à vela, é tudo questão de querer.

Amigo António obrigado pelas suas palavras. Em tempos quis que se construísse uma réplica desta embarcação para assim as duas poderem competir e aprender-mos mais sobre a arte de os governar a olhar outro barco igual enquanto navegamos, mas foi chover no molhado. Depois de 20 anos a correr mundo atrás dos barcos tradicionais, verifico com satisfação que na vizinha Galiza os barcos medram…
Por cá no norte os dedos de uma mão já chegam para os contar, e alguns nem verdadeiramente tradicionais são…
Somos um país de memórias e de marinheiros sem barcos…
Abraço desde Viana


De Anónimo a 18 de Julho de 2010 às 12:00
Parafraseando o hino dos Marinheiros da Armada
Portuguesa, direi :

O João Marinheiro,
Tão altaneiro,
É sempre o primeiro,
Na terra e no mar........

Pois é, o amigo João,
com muito denodo e fé,
continua a remar contra a maré.
Parabéns a este Baptista.

Albino Gomes


De Ricardo Canito a 23 de Julho de 2010 às 12:35
Inicio este meu primeiro comentário neste blog que tenho vindo a seguir, felicitando o seu autor pelo seu trabalho de divulgação e pelo seu esforço em fazer algo pelas embarcações tradicionais.

Escrevo porque pretendo realizar um estudo por intermédio de uma associação da qual faço parte, a Opera Associação Cultural, da catraia da Faneca de Vila Chã.

Sou natural dessa freguesia e tenho familiares que navegaram à vela nessas embarcações como pescadores.

Gostava de iniciar contacto com o autor do Blog, assim como com outras pessoas ligadas ao assunto, no sentido de partilharmos informação e conjugarmos esforços.

Deixo o meu contacto de email, assim como o endereço do site da associação onde podem ficar a saber mais alguma coisa sobre esta. Agradecia o vosso contacto e disponibilidade.

ricardocanitom@gmail.com
www.operaassociacaocultural.com

Ricardo Canito


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...
Salvo melhor opinião, julgo que esta imagem do gra...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos