Sábado, 7 de Agosto de 2010
Nos Porões da Memória - IV.

 

«Em Agosto de 1957, o “Anton Dohrn”, um sofisticado navio de pesquisa de pescas da República Federal Alemã, deparou-se com alguns bacalhoeiros portugueses nas águas do Atlântico Noroeste. Devidamente autorizados, dois cientistas alemães foram a bordo do lugre "Adélia Maria" a fim de observar e registar os processos de pesca do bacalhau usados pelos portugueses e outros aspectos do trabalho a bordo, do convés ao porão. As fotografias de Bodo Ulrich, algumas delas tiradas do topo dos mastros, pouco informam sobre a agenda científica dos alemães. A julgar pela estética e pelo modo serial como as imagens registam o trabalho humano dos míticos pescadores lusos, o álbum que chegou até nós mais se parece a um documentário etnográfico sobre processos de pesca visivelmente artesanais, obsoletos e insólitos, ainda assim muito belos dado o arcaísmo dos navios e dos próprios homens. O relato em imagens do encontro do Anton Dohrn com o "Adélia Maria" permite questionar o sentido eminentemente “nacional” da memória da pesca do bacalhau por homens e navios portugueses, intenção que orienta o projecto expositivo "Nos Porões da Memória", que agora conhece a sua quarta série. Nos anos cinquenta, os bacalhoeiros portugueses já se tinham tornado uma lenda internacional, que interessava a muitos olhares estrangeiros. Mesmo o dos cientistas de países que tinham recursos financeiros e visão política para apoiar a indústria da pesca através da investigação experimental de técnicas que permitissem conjugar o alto rendimento das empresas com a sustentabilidade de exploração dos recursos. Construído em Cuxhaven em 1957, localidade do norte da Alemanha para onde haviam de emigrar muitos ilhavenses, a missão específica e “aplicada” do "Anton Dohrn" acabou por nos legar uma memória surpreendente da “grande pesca nacional”. Aparentemente ingénuo e parecido com tantos outros álbuns fotográficos de lugres portugueses, o trabalho que aqui se expõe antecipa o grande diálogo que hoje se pede à indústria de pescas: a coabitação de pescadores, armadores e cientistas num único sistema tecnológico de exploração económica dos recursos do mar».

Álvaro Garrido - Consultor do Museu Marítimo de Ílhavo

via Museu Marítimo de Ílhavo



publicado por cachinare às 09:14
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De José Cunha a 7 de Agosto de 2010 às 10:39
Fantástica fotografia. Se fosse a cores, certamente não teria tanto impacto.


De jaime piao a 9 de Agosto de 2010 às 00:54
Muito genuína esta foto ,tirada desde o Adélia Maria pelo fotógrafo Alemão ,homem dos bacalhaus com seu traje peculiar eram tempos que o tempo não apaga ,e que nós vamos preservando ,pelo menos até que os anos nos deixe viver e observar ,eu pelo menos fico extasiado ,porque me faz recordar outros tempos para além dos meus ,diria mesmo imaginando meus bisavós ,avós pai e eu mesmo passei nos anos 60 por essas andanças ,recordar é viver ,muitas vezes me vi com este traje de trabalho a bordo aliás como salgador de bacalhau era assim mesmo ,com o suesse ou chapéu de oleado na cabeça e roupa de oleado ou sintética que já existia e era o dia a dia de trabalho tanto fora do Navio como no porão a salgar
bacalhau ,mas o pior era que depois de tantas horas de trabalho diário as vezes 24 horas de trabalho e nem uma pinga de água para lavar a cara era mesmo com água salgada ,até parece mentira isto ,mas quando penso que durante meses nem água tinha-mos para lavar a cara até me arrepio ao pensar como era a vida do bacalhoeiro desses tempos ,imagino até os mais velhos antes com piores condições !!!
meus cumprimentos jaime pião


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos