Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010
Uma nova catraia de Vila Chã, Vila do Conde.

  

Nesta imagem acima, podemos ver a típica catraia fanequeira de Vila Chã, Vila do Conde. É a “N. Sr.ª da Agonia”, pertença da Associação Barcos do Norte, em Viana do Castelo, sobre a qual por aqui já se escreveu algumas vezes.

Em breve e finalmente, esta catraia deixará de ser a única em Portugal ainda a navegar, pois uma nova réplica está a ser construída num estaleiro de Vila Chã.

Não obstante as vontades de alguns em voltar a construír estes barcos, chegou-se à efectiva construção de mais um exemplar através do projecto CCC – Celebração da Cultura Costeira, com apoio de fundos europeus.

O responsável pela manufactura do barco é o Mestre Benjamim Moreira, de Vila Chã, profundo conhecedor desta arte e barcos tradicionais desta comunidade piscatória. Até cerca do 1.º terço dos trabalhos, esteve a ser acompanhado por um construtor naval tradicional da Noruega, Gunnar Eldjarn, (O estaleiro de Gunnar Eldjarn – Noruega) fotografando, filmando e registando todo o saber de volta destes barcos para intercâmbio futuro.

Este barco depois de pronto, ficará sob a alçada da Associação Barcos do Norte, passando definitivamente a pertencer-lhes após 5 anos.

 

Nos próximos dias e de futuro, aqui colocarei os avanços diários de todo o processo de construção deste belíssimo barco, exemplo daquilo que as várias culturas marítimas e fluviais de Portugal bem precisam. E acima de tudo, particulares e entidades deveriam mostrar todo o interesse em construír barcos tradicionais fiéis à sua tradição local, pois só assim permitem que a nossa cultura costeira ressurja. Em torno do barco existe depois todo um rol de artes e saberes que é muito importante registar e sobre estes barcos de Vila Chã, tal tem sido levado a cabo com grande interesse também pela OPERA – Associação Cultural de Labruge.

Agradeço ao Ricardo Canito, da OPERA, pela informação destes trabalhos e pelas fotos abaixo, tão recentes que ainda se sente o cheiro da madeira.

É uma alegria imensa ver um barco tradicional Português a nascer.

 



publicado por cachinare às 08:12
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De José Cunha a 2 de Outubro de 2010 às 11:00
Um dia, e não tardará muito, vamos sentir saudade destas artes.


De Anónimo a 3 de Outubro de 2010 às 12:33
Isto passa-se em Vila Chã, por alma de quem?...


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos