Quinta-feira, 4 de Agosto de 2011
"Alar da Rede" - Michel Giacometti, 1962.

 

«Este filme foi rodado em 1962, no mar, a bordo da “Nicete”, uma traineira do porto de Portimão, no Algarve.

Fotografia e Montagem: Manuel Ruas
Locução: Gomes Ferreira

Alar da Rede" foi parte de projecto de Michel Giacometti de uma série etnográfica para a RTP, que não viu então continuidade por motivos económicos. O filme que se lhe seguiria, "Rio de Onor", embora editado não foi terminado, faltando-lhe a locução.

Entre 1970 e 1974, Michel Giacometti, em conjunto com Alfredo Tropa, conseguiria finalmente realizar com uma série dedicada à música e cultura tradicional portuguesa, "Povo que Canta".

A recolha musical que se pode ouvir neste filme, feita em conjunto com Fernando Lopes Graça, seria publicada no quinto volume da Antologia da Música Regional Portuguesa dedicado ao Algarve, e editado pelos Arquivos Sonoros Portugueses.

Mais informações: http://mmp.cm-cascais.pt/museumusica/mg/michel/

Este filme faz parte da Filmografia Completa de Michel Giacometti, coordenada por Paulo Lima e parte das Edições RTP, a qual pode ser adquirida completa através de MichelGiacometti,com

 

Sem dúvida marcante este registo de cantares dos pescadores, bem como o som dos motores destas traineiras antigas, audível no início do filme.



publicado por cachinare às 08:09
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Jaime pião a 9 de Agosto de 2011 às 14:01
Tempos que o tempo não apaga ,são vastas as recordações desses tempos das traineiras que navegavam a fogo de caldeiras e pelos anos 40 começaram a navegar com motores de pouca potência e hoje com motores de elevada potência .
Mas falando ao respeito desta foto ,diz-me muito ,porque sou do tempo que se alava a rede a mão eram tempos que as traineiras tinham 40 e mais homens a bordo o tempo do renovo do alar a rede e que se cantava o liva ou leva rede para as mãos ,quem não tivesse rede nas mãos era considerado manhoso então se atirava piadinhas a cantar ,era assim esses tempos ,em que se carregava o peixe nos cabazes ao bordão na praia ou nas rampas de cimento em que as caícas ou bateiras vinham carregadas ,eram tempos que teimo em recordar ,e vivo para conta-la !!!


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos