Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011
"Amor Caxineiro, Amor Verdadeiro".

 

«No próximo sábado, dia 10 de Dezembro, pelas 18,00h, terá lugar, na Biblioteca Municipal de Vila do Conde, o lançamento do mais recente título do autor vilacondense José Coutinhas. Trata-se de um romance intitulado "Amor Caxineiro, Amor Verdadeiro", inspirado em vivências das gentes das Caxinas. O poeta João Rios e a Drª Albina Maia farão a apresentação do livro.

 

A entrada é livre.»

via BM "José Régio"


tags:

publicado por cachinare às 00:35
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Jaime pião a 7 de Dezembro de 2011 às 10:18
É sempre de enaltecer alguém que escreve um livro sobre Caxinas e suas gentes , e falando dos amores Caxineiros ,amores verdadeiros ,isso era antes , sim noutros tempos os amores eram duradouros ,até que a morte nos separe.
Hoje já é como em todo lado ,pela mínima onda o amor afunda ,muitas das vezes sem razão aparente o casal ,corta amarras e os barcos seguem cada um seu rumo ,coisa que antigamente não era assim ,por isso ,se este livro bem lembrar outros tempos digo que será bem vindo ,até porque é bom lembrar os tempos dos avós e pais ,por isso desde já digo o meu obrigado ao escritor José Coutinhas !


De Macho do Joao Preguiça a 8 de Dezembro de 2011 às 20:18
A vida e a morte caminham juntas; a sorte e o azar seguem em paralelo; o bom e o mau idem, idem, aspas aspas. Os caxineiros andam nas bocas do Mundo|: por bons e maus motivos; por bons motivos surge o lançamento do livro Amor Caxineiro, Amor Verdadeiro; com tao poucos dias de antecedencia estiveram os maus motivos, o afundamento da Virgem do Sameiro. A sorte e o azar entrou-lhes barco adentro: havia uma balsa nova, adquirida pelo mestre, semanas antes; faltava o radio-baliza, capaz de indicar a localizaçao dos naufragos. O bom e o mau caminham juntos: ha´ apoio do Estado para colocar radios -baliza nos barcos com mais de 15 metros; nao havia apoio para colocar radio-baliza nos barcos com menos de 15 metros, como era o caso do Virgem do Sameiro. Ha´ um projecto da Associaçao Pro´-Maior Segurança dos Homens do Mar mas, segundo disse o mau Secretario de Estado das Pescas,nao havia metade da verba para o projecto do mestre jose´ Festas da Assoc. Agora face ao afundamento do Virgem do Sameiro e `as longas horas dos caxineiros dentro da balsa, os 4 milhoes de euros que faltavam vao aparecer, segundo afirmou o "bom" Secretario de Estado das Pescas.A rede de radares de contolo da nossa zona costeira esta´ inoperacional ha´ ja´ largo tempo. Urge que os caxineiros, a Assoc. do mestre Jose´ Festas, os sindicatos ligados ao mar, e todo o povo de Portugal, exija a alteraçao da situaçao.E as barras que estao assoreadas? sera´ que devem continuar...


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...
Salvo melhor opinião, julgo que esta imagem do gra...
Queria saber Quem deu o nome ao barco

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos