Quinta-feira, 3 de Maio de 2012
Da minha terra.

 

 

Este cliché bastante antigo indica Vila do Conde, no entanto o barco não é usual no que conheço da Vila do Conde antiga, devido à matrícula. Caracteres tão grandes era usuais desde Leça até à Foz do Douro e nota-se ser PL365Y. PL referia-se a Porto Leixões. Que andaria pois a fazer um pequeno barco de Leixões em Vila do Conde? Julgo que esta foto é em Leça.

 



publicado por cachinare às 19:33
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Anónimo a 4 de Maio de 2012 às 12:34
No que diz respeito à matrícula do barco, de há muito que ando para indagar o significado das letras em referência, principalmente o caso do Y, o que até hoje, ainda não aconteceu.
Já no que respeita ao PL, ainda cheguei a pensar que fosse Pesca Local, o que pelos vistos não será.
Posso adiantar é que matrículas antigas com estes caracteres, havia várias, e em vários tipos de embarcações, nesta Vila do Conde espraiada.
Com cordiais saudações marinheiras, ficaremos a aguardar mais e melhores informações.
Dão-se alvíssaras.
Albino Gomes





De JAIME PIÃO a 5 de Maio de 2012 às 00:32
Eis outra foto que me deixa intrigado ,li o que os amigos escreveram e sem me alongar muito era capaz de dizer que este barco tem matricula poveira mas será questão de óptica, eu posso estar enganado mas, me parece isso mesmo !..
Mais ao fundo parece barcos varados na areia ,e também me parece que se vê o Casino por isso era capaz de dizer que a foto foi tirada ali em frente a Lapa ,posso estar errado mas é minha opinião !


De Reinaldo Delgado a 5 de Maio de 2012 às 04:59
Boa noite António,
Também acho que esta imagem, como outras idênticas publicadas pela papelaria Araújo & Sobrinho é de Leixões com algum casario de Leça ao fundo à direita, enquanto me parece ver enquadrado um pouco do molhe norte à esquerda, portanto será uma foto de cerca de 1900.
Estive à procura num caderno de apontamentos, que me foi deixado por herança, se haveria informação relativa à matricula de embarcações de pesca. Infelizmente só me apercebo do modelo do "Termo de Registo de Propriedade", onde noto a designação TL que certamente corresponde ao tráfego local.
Quanto às matriculas parece não haver dúvidas que as primeiras letras correspondem à praça de registo
ex. VC- Vila do Conde; PV- Póvoa de Varzim; ES- Esposende ou PL- porto de Leixões, para não se confundir com o P utilizado nas matriculas do Porto.
Segue-se o número e a última letra terá forçosamente de fazer referencia à utilização do barco, tal como digo acima TL- tráfego local; Y- será pesca costeira, sem conseguir imaginar se é sardinha ou mexoalho ou ainda o N característico dos navios bacalhoeiros.
E já agora, vamos a Mira?
Bom fim de semana, Reinaldo


De Anónimo a 5 de Maio de 2012 às 16:58
Esta ùltima de Reinaldo Delgado, ainda nos deixou mais confuso, quando diz que PL é para não se confundir com o P de Porto.
Ora, como seria possível confundir o porto de Leixões com o porto do Porto, registando-se os barcos conforme determina a lei, e os exemplos seguintes:

P = Porto
L = Leixões
LX = Lisboa
V = Viana do Castelo
VC = Vila do Conde, etc, etc.

Mas isto são registos das matrículas actuais. E o que nós tínhamos dúvidas não era nisto, mas sim nas antigas matrículas, dos idos tempos do Y, e qual o seu significado.
Desconheço que em Portugal exista alguma matrícula em que se mencione o P como sendo porto de mar, de armamento, ou como lhe queiram chamar .
A existir, antecipadamente grato pela informação,

Albino Gomes
,


De Reinaldo Delgado a 5 de Maio de 2012 às 18:04
Caro sr. Albino Santos,
Com um antecipado pedido de desculpa ao amigo António por me ter metido à conversa, gostaria de esclarecer o seguinte:- Matriculas actuais de embarcações em portos a começar pela letra "P", como segue:
«P» Porto/ Capit. do Douro; «PD» Capit. de Ponta Delgada; «PE» Capit. de Peniche; «PM» Capit. de Portimão e «PS» Capit. de Porto Santo. Vou repetir, "actualmente", o registo de Leixões está identificado pela letra "L", mas esta alteração só deve ter tido início por volta de 1950. Antes das alterações ocorridas nesse período, as matriculas de Leixões eram identificadas pelas letras »PL».
Da mesma forma desaparecem letras como o «Y» que designava o tipo de actividade em que a embarcação era utilizada. Actualmente a matricula utiliza a letra «A» para a pesca de arrasto; a letra «B» para a pesca da baleia (ou usava); a letra «C» para a pesca costeira; a letra «L» para a pesca local; a letra «N» para a pesca longínqua e as letras «TL» para o tráfego local.
Espero ter esclarecido as suas dúvidas.
Cumprimentos,
Reinaldo Delgado


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Aproveitando a ocasião, sugiro a todos, pescadores...
Na verdade, tal como diz o Jaime Pontes, esta pose...
Claro que como demonstração tá tal e qual mas ,não...
Tal como se fosse um «filho pródigo», 7 meses depo...
é com orgulho e admiração que leio e recordo este ...
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos