Sábado, 12 de Outubro de 2013
Os Solitários Homens-dos-Dóris... com legendas.

 

"The Lonely Dorymen", documentário da conceituada National Geographic, realizado em 1967 por George Sluizer, a bordo do imponente lugre-motor de 4 mastros "José Alberto", da praça da Figueira da Foz, um navio originalmente construído na Dinamarca com casco de aço décadas antes.

 

Um documentário no verdadeiro sentido da palavra, de cerca de 50 minutos, que nos revela sabiamente toda uma campanha bacalhoeira portuguesa, desde os preparativos em Portugal, ao drama da despedida, a viagem de ida para os Bancos e azáfama a bordo, passagem por São João da Terranova, as agruras da Groenlândia (assim a denominam dos pescadores) e a ânsia do regresso a Portugal. Mostra-nos também que o pescador bacalhoeiro passava os restantes seis meses na pesca costeira, normalmente na sua terra natal.

 

 

Momentos marcantes, são exemplo o de um homem desaparecido no nevoeiro e os altifalantes do navio a soar bem alto... fado, na esperança de que o náufrago o escute e recupere a sua rota, ou uma doença súbita que leva um tripulante a terra... na Groenlândia, onde se vê sozinho num meio totalmente desconhecido e não consegue perceber o seu futuro próximo.

 

Portugal e os Portugueses, têm por sua maior bandeira histórica, os Descobrimentos. No entanto, ao presenciarem estes filmes sobre a nossa pesca e frota de navios do Atlântico Norte, de imediato a conotam de bárbara e triste vida de homens, num “século vinte de navios à vela”, quando outras nações se “modernizavam”. Foi graças ao facto de termos mantido navios à vela até aos anos 70 do séc. XX, que hoje em dia podemos orgulhar-nos de ter ainda 4 navios daquele tempo, o mais especial deles bem guardado nos E.U.A., o “Gazela Primeiro”, veleiro mais antigo do mundoem actividade. Nenhuma outra nação bacalhoeira se nos equipara nesta riqueza histórica e de memória.

Esquecem-se muitos, que a epopeia dos Descobrimentos, essa sim, era verdadeiramente bárbara, pois iam 50 na caravela e com sorte, voltavam muitas vezes 15, caso não naufragassem todos.

Graças à persistência do aparelho das pescas do Estado Novo em manter a pesca à linha com dóris, Portugal continuou no séc. XX a ser considerado uma nação de grandes homens do mar, mestres da vela e orientação à antiga.

 

  

Este filme, está com legendas em português, para que os muitos que não o entendem, possam desfrutá-lo no seu todo e tirar as suas ilações da nossa história recente, do ser português, e dos valores que orientavam aqueles homens.



publicado por cachinare às 19:45
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Jaime pião a 16 de Agosto de 2012 às 19:30
Uma viagem no José Alberto Navio que deu tantas viagens ao bacalhau ainda do meu tempo ,muitos dos pescadores eram aqui de Caxinas todos conhecidos alguns já foram embora infelizmente ,mas sempre vejo este pequeno filme que muito me diz uma autêntica maravilha do antigamente para recordar e ainda me recordo em 1965 em pleno pesqueiro do roks TERRA NOVA apanhamos um ciclone nós o Avis o José Alberto o Gazela mais o Brites e fomos nós o Avis e o Jose Alberto que aguentamos a capa ,mas mesmo assim ficamos sem duas pilhas de botes e o José Alberto na mesma ,logo de seguida naufragamos por incêndio isto no ano de 1965 ,por tudo isto parabéns pelo vídeo e faço questão que vejam este belo vídeo que a todos nos diz muito !!!


De José Rui a 17 de Agosto de 2012 às 20:52
Boas Sr. António Fangueiro,
Recebi hoje por correio o original do reportagem do Ala-Arriba. Se pretender uma cópia é só dizer.

Cumprimentos,

Zé Rui


De aparicio a 5 de Agosto de 2013 às 19:17
je suis convaincu,que les portugais sont les plus grands marins du monde.
pouvez -vous, me donner, le nom de personne qui regarde les voiles dans le debut du film, je pense que c'est mon grand pére(Carlos Alberto Pereira)
merci a vous de cette France lointaine de Figueira da Foz.
Aparicio Antonio


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos