Terça-feira, 2 de Outubro de 2012
A preto e branco.

 

Esta foto mostra a praia dos pescadores da Póvoa de Varzim durante a Festa dos Pescadores em 1927, notando-se o curto paredão que existia na altura. Ao que parece são oficiais de marinha que estão a ser trazidos ao areal em pequenas catraias por pescadores locais, com todo o cuidado para não “molharem os pés”. Fica a pergunta sobre quem são e de que navio provêem.

 

foto – DGARQ



publicado por cachinare às 11:26
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Anónimo a 3 de Outubro de 2012 às 18:33
No tempo em que os marinheiros andavam ao colo?. . .
Nesta foto vislumbram-se 4 praças da Armada e um oficial, este ao colo dos pescadores; para além de alguns "ceboleiros" de chapéu, que estão no barco que se vê em segundo plano .
Fotografia preciosa, com o seu quê de hilariante . . .

Albino Gomes


De jaime piao a 5 de Outubro de 2012 às 14:16
Tem razão o amigo Albino ,era o tempo que até um simples marinheiro assustava nas praias ,bastava ver as suas fardas e já os pescadores tremiam ,eu ainda me lembro que os Cabos do Mar nos assustavam na praia e quando na chegada do mar da sardinha muitos de nós que nem cédulas marítimas tinha-mos, logo havia que nos esconder debaixo dos leitos do barco e mesmo assim era um problema para o arrais resolver quando descobertos ,mas tudo se resolvia com meia dúzia de sardinhas ,tempos que o tempo não apaga !


De mare-nostrum a 4 de Outubro de 2012 às 02:57
Ora viva António,
Como lhe é dado verificar continuo a acompanhar com muito agrado as novidades publicadas. Quanto à foto, com o seu quê de curioso e oportuno, merece o meu comentário por discordar da eventual ideia da passagem de um qualquer navio da marinha pelo local e dum hipotético desembarque dos tripulantes na praia, porque se fosse esse o caso, o mesmo seria feito através de um bote ou escaler do próprio navio.
Estou portanto crente tratar-se de uma vistoria ao barco de pesca, ou um pedido de apoio para notificar qualquer tipo de ocorrência, levada a efeito por elementos ligados à Capitania do porto. Julgo da mesma forma, que o individuo que desembarca da lancha, em função do uniforme, possa ser um Cabo-de-Mar, sendo que se tratavam de personagens com grande peso na hierarquia das autoridades marítimas, durante muitos anos.
Um grande abraço e até sempre,
Reinaldo Delgado


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Na verdade, tão belo quanto elucidativo este quadr...
Mas que beleza de foto ou pintura que retrata bem ...
Aproveitando a ocasião, sugiro a todos, pescadores...
Na verdade, tal como diz o Jaime Pontes, esta pose...
Claro que como demonstração tá tal e qual mas ,não...
Tal como se fosse um «filho pródigo», 7 meses depo...
é com orgulho e admiração que leio e recordo este ...
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos