Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012
Arte marítima.

 

“Le Foyer” - Virginie Demont-Breton

 

O reencontro do pescador com a família.



publicado por cachinare às 23:58
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2012 às 17:26
Quanta pobreza,
Quanto amor,
Quanta beleza, se encerra em tão belo quadro?

Já lá está, quem nos dizia:

O pouco, com amor é muito.
E o muito, sem amor, não é nada !

Al bino Gomes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Proas ao alto na PRAIA DE MIRA (Senhor dos Aflitos...
Paz a sua alma ,sentidos pêsames aos familiares e ...
Hoje, 18 de Julho de 2016, com missa de corpo pre...
Foto de 1953 tinha eu 10 anos, altura que comecei ...
Essa foto me faz recordar muitas coisas .Quando em...
Tão bonito que isto era !Tanta história perdida !O...
Sempre que possível, numa viagem a Lisboa, é imper...
Importantes palavras de Aline após reunião com o c...
Outros tempos em que na costa Portuguesa em especi...
Mais uma bela História que nos diz muito,quem ando...

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos