Sábado, 5 de Janeiro de 2013
Mais uma catraia em Vila Chã, Vila do Conde.

 

Em Vila Chã, Vila do Conde, a vontade de recuperar a sua herança marítima e os seus barcos tradicionais não tem fim. Depois de inaugurarem o seu Núcleo Museuológico em 2012, um local de espaço curto, mas muito bem preenchido com peças da pesca tradicional local, incluindo uma réplica belíssima de uma catraia, recentemente fui informado que este espaço foi ampliado.

Neste novo espaço, entre outras peças, já se encontra uma nova réplica das suas catraias, conhecidas por “fanequeiras” por se dedicarem muito à pesca da faneca nas “rodas” (penedias), mas que também apanhavam polvo, sardinha, etc. Esta nova embarcação já foi construída há alguns meses pelo local Mestre Benjamim, o mesmo que construíra a anterior e cujo trabalho foi documentado (e pode ser encontrado neste blogue). Elaborada seguindo os métodos e saberes tradicionais dos antigos mestres carpinteiros navais, a segunda catraia, propriedade do seu construtor, é mais pequena que a anterior, tem menos de 5 metros de comprimento, para que o seu licenciamento seja mais fácil. Comparada com a primeira catraia, segundo o Sr. Benjamim, esta é mais “cheia” e de proa “menos alegre” (com menor lançamento) e teve já provas de mar em Setembro de 2012.

Um dos aspectos mais interessantes sobre esta nova embarcação é que se pretende pescar com ela no Verão, através dos antigos métodos tradicionais, algo que deveria ser feito pelas (poucas) réplicas de barcos de pesca em Portugal. Não só navegar, mas também perceber como se trabalhava e pescava nestes barcos seria ouro sobre azul, no entanto a meu conhecimento nenhum o faz. Eu e outros já o propuseram para a Lancha Poveira do Alto, mas a proposta nunca foi avante.

Aguardamos pois com expectativa a regularização da nova embarcação de Vila Chã, e a vinda do Verão, para que a mesma possa deliciar os interessados em pesca tradicional e reviver de memórias de pais, avós e bisavós.

Obrigado ao amigo Ricardo Miranda por estas informações e pela foto.

 

Núcleo Museológico de Vila Chã

Travessa do Sol

4485-743 -Vila Chã, Vila do Conde.

Telf. 229 285 607



publicado por cachinare às 12:53
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De doryman a 5 de Janeiro de 2013 às 17:54
Absolutely beautiful! It's a shame to leave her inside.


De anton a 16 de Janeiro de 2013 às 17:40
Ten outros significados a palabra alegre?

Non figura nos dicionarios portugueses que teño.Mais si se coñece esa palabra en galego.

Poderianme dar máis información ?


De Anónimo a 23 de Julho de 2013 às 19:12
Embora por tradição, de há décadas a esta parte, haja sempre uma mão negra, que na sombra procura ofuscar os factos, a verdade é que sinto um certo orgulho com mais este episódio do renascimento destas duas catraias típicas de Vila Chã, da autoria do mestre Benjamin, parecendo-nos agora um homem mais motivado para esta arte, onde vem confirmando os atributos de um verdadeiro artista.
Parabéns pois ao mestre Benjamin, por tão belas recuperações, de um tipo de embarcação que estava praticamente extinta, até ao dia em que, em boa hora, fomos de abalada até Lanhezes, a casa do meu amigo João Baptista, onde sabíamos da existência de uma tão velha quanto valiosa «relíquia», que viria a servir de modelo.
Isto, sem esquecer o seu valioso Núcleo Museológico, o qual, de certo modo nos vem suavizar o desgosto por aquilo que de mal nos fizeram ao fecharem o Museu do Mar, que existia ali nas Caxinas..
Continue, mantendo o rumo . . .

Al bino Gomes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Parabéns ao Sr João Paquito pela realização do seu...
Quer seja Cascais ou a Caparica, toda esta beleza ...
Quanta beleza e felicidade, vai no rosto desta pob...
Estas coisas tratadas fora dos Açores não dariam p...
Mais do que o típico barco da pesca ao candil (a),...
Parafraseando uma frase dos antigos livros escolar...
Não está mal, não é muito do meu gosto e não vejo ...
Pois é peixes na areia para venda ,de principio sã...
ENTENDO QUE ESTÁ MUITO BEM O LUGAR ONDE FOI INAUGU...
Por acaso sempre admirei este lugre-motor o Cruz d...

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Sondagem
Apoia o fim das Caxinas como .Lugar. ?
Não.
Sim, para Freguesia.
Sim, para Vila.
Sem opinião.
View Result
Free Poll
texas holdem
Caxinas ainda é .Lugar. porquê?
Não tem estatuto para mais.
Vila do Conde não o quer.
A população não está informada.
View Result
Free Poll
texas holdem
arquivos
links
Vídeos