Quinta-feira, 8 de Agosto de 2013
A Revista de Marinha.

 

«A  Revista de Marinha é uma publicação periódica, bimestral, independente, com mais de 76 anos de publicação ininterrupta, que aborda as várias facetas dos assuntos do mar.

O titulo Revista de Marinha é propriedade da firma ENN – Editora Náutica Nacional, Lda, sociedade por quotas, pertencente em partes iguais ao editor e director da revista, V/Alm Alexandre da Fonseca e a sua mulher. Para além da edição da revista,  e de um site de apoio, a ENN edita livros na temática do mar, normalmente apenas um ou dois por ano. Editámos já "Um século de guerra no mar", "Os submarinos na Marinha Portuguesa" e "È o seu navio !" e temos em curso alguns projetos editoriais.

Nem a revista nem a ENN recebem subsidios, quer do Estado, quer de privados, sendo a independencia algo de muito importante, que na nossa optica muito importa preservar.

A presente politica editorial da revista está defenida e é reproduzida regularmente, na página 3, por baixo do prefácio. Curiosamente,  tem muitos  traços da orientação editorial definida  pelo fundador, Mauricio de Oliveira, no seu primeiro numero, em Janeiro de 1937.  O director da revista é apoiado por um Conselho Editorial, presidido pelo Alm. Nuno Vieira Matias, e que integra dezoito personalidades ligadas de um ou outro modo ao mar e às actividades marítimas.

A ENN tem vindo a estabelecer protocolos de cooperação com diversas entidades, designadamente com o IDP – Instituto da Democracia Portuguesa, GAMMA – Grupo de Amigos do Museu de Marinha, AFz- Associação de Fuzileiros, AORN – Associação dos Oficiais da Reserva Naval, ICEA – Instituto de Cultura Europeia e Atlântica, CPAS – Centro Português de Actividades Subaquáticas, ANL – Associação Naval de Lisboa e ANC – Associação Nacional de Cruzeiros. A notoriedade da revista é muito grande no meio marítimo nacional e está em crescendo.

Os seis numeros anuais fazem foco, sucessivamente, em seis temas, a saber: "Marinha de Guerra", "Pesca e Actividades Conexas", "Náutica de Recreio", "Marinha de Comércio", "Mergulho, Ambiente, Ciência & Tecnologia" e "Portos e Actividades Portuárias". Em cada numero a capa, o prefácio e cerca de metade dos artigos são dedicados ao tema em foco.

A revista tem sessenta e oito páginas num formato de  20 x 27 cm, e é  ilustrada, a cores. A estrutura da revista compreende o prólogo, as actualidades nacionais, as noticias dos portos, os artigos, as crónicas, o "escaparate" (recensão de livros ou revistas) , e a "ficha da contracapa",  O prólogo compreende a capa, a "ficha técnica", o prefácio, a politica editorial e o sumário. As actualidades nacionais incluem factos noticiosos relacionados com as actividades marítimas, por vezes acompanhados de um comentário da redacção. As "noticias dos portos" constituem uma secção autónoma, há muitos anos assinada pelo Cte Ferreira da Silva, personalidade de grande prestigio no seio da Marinha Mercante. Seguem-se os "artigos", textos assinados por um autor, em média dez a doze textos, de dimensões variáveis, cerca de metade focados no tema da revista como já referido. Alguns dos autores são lusófonos, do Brasil, Angola, Moçambique e demais países de expressão oficial em português.  As crónicas são secções da responsabilidade de um colaborador, escritas por ele ou por alguém a seu convite, com textos curtos e sintéticos,  cobrindo as áreas "Marinha Mercante - despacho 100", "modelismo", "mergulho", "segurança da navegação", "transportes & logistica", "arqueologia subaquatica", "energia das ondas" e "desportos nauticos". No "escaparate" são feitas recenções a quatro a seis livros ou revistas ligados ao mar. Na contracapa apresenta-se uma "ficha" relativa a um navio de cruzeiro,  acompanhada por uma fotografia.

A Revista de Marinha  pode ser subscrita por assinatura, clássica ou online (através do Quiosque Digital),  ou adquirida nas  bancas de jornais; junta-se em anexo um impresso de um "boletim de assinatura". Existem cerca de mil e duzentos assinantes em Portugal, na sua maioria residentes nas cidades e vilas do litoral e nas Regiões Autónomas. Os assinantes são oficiais das Marinhas Mercante e de Guerra, empresários do sector marítimo, desportistas náuticos ou simples interessados no tema "mar". Os assinantes estrangeiros são cerca de quarenta, na sua maioria dos países lusófonos. A revista é enviada através do Instituto Camões (75 exemplares) para os Centros de Cultura e Bibliotecas Portuguesas por este geridas, e através da Marinha (30 exemplares), para as Marinhas dos países lusófonos. Os "centros de decisão" governamentais e empresariais na  área do "mar", quer por assinatura, quer por oferta, recebem regularmente a revista. Como referido, poderá também ser adquirida em cerca de quinhentos postos de venda, sendo distribuida pela firma distribuidora VASP. O numero de exemplares vendidos em banca, contudo,  é muito variavel, concentrando-se nas cidades do litoral e das ilhas dos Açores e da Madeira.  A revista está também à venda em Bruxelas, na livraria Orfeu, e é distribuida em Angola através da firma SONADI.

A revista tem uma tiragem de 3.000 exemplares, sendo a maquetagem e a impressão da responsabilidade da firma Estria, s.a. O site www.revistademarinha.com, propriedade da ENN, Lda, como atrás referido, trabalha em coordenação com a revista.»

Revista de Marinha

 

 



publicado por cachinare às 08:12
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos