Terça-feira, 15 de Abril de 2008
O isco.
Várias vezes ao falar-se do tema da pesca do bacalhau, surge pelo meio o isco essencial à sua pesca. Decidi pois torná-lo um pouco mais “visual” para que seja mais fácil ilustrar o que se lê sobre ele de vez em quando. O isco é um dos detalhes da pesca sobre o qual pouca informação tenho encontrado e pelo que sei, a lula (congelada) era um dos melhores iscos, provavelmente porque tem uma carne que não se desfaz facilmente e mantinha-se por mais tempo no anzol. No filme sobre o “Santa Maria Manuela” que consegui adquirir (O Navio Branco), o isco que se vê os pescadores a cortar em pedaços é a lula congelada, trazida de Portugal em câmaras frigoríficas. Antes de existirem estas “facilidades” de conservação, ainda não descobri como os lugres à vela organizavam o seu isco. A sardinha, porque abunda no mar de Portugal era também levada nos bacalhoeiros, mas várias vezes, já do outro lado do Atlântico os navios compravam por exemplo arenque em St. John´s ou St. Pierre.
O "Gil Eannes", embora seja conhecido como navio-hospital, na verdade tinha várias outras funções e uma delas era muitas vezes abastecer os bacalhoeiros com isco congelado.
Quanto aos pescadores Americanos e Canadianos das escunas, usavam por vezes a cavala, o capelim e até mesmo moluscos.
Sem dúvida que o bacalhau requeria um "bom isco" e talvez por isso seja um peixe tão nobre nos oceanos e às mesas.

tags:

publicado por cachinare às 10:34
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 15 de Abril de 2008 às 17:35
Segundo contavam nos anos 50, os pescadores mais velhos, anteriormente à era das câmaras frigoríficas,
nos primeiros dias de pesca zagaiavam bacalhau e
depois, com os fígados e anzol caçavam pombaletes ,
que por sua vez iriam servir de isco para pescar.
De facto, os iscos mais usados no tempo do Santa Maria Manuela, eram a lula, mais prática e duradoura no anzol, e outras vezes a cavala, conforme o apetite do bacalhau.
a)Albino Gomes
Vila do Conde
-PS: Pombaletes eram umas aves (espécie de Albatroz) que abundam nomeadamente nos mares da Terra Nova e Groenlandia .



Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Esta bela foto retrata bem o que eram os tempos an...
Mais de um ano depois, volto aqui (ao blog), e li ...
é de facto interessante, mas .... o que caracteriz...
Conforme já referi algures, no próximo Sábado, 23 ...
Na verdade, típico é os nossos vizinhos da Póvoa ...
Belo quadro pintado ,dois botes um a vela e outro ...
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos