Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009
A preto e branco.

O mar “está como um rio”, enquanto dois pescadores do bacalhau Franceses remam em direcção ao navio para descarregar. Com o bordugo do dóri a “beijar” a água, uma inclinação mínima e o dóri afunda-se, o que acontecia por vezes neste tipo de pesca, dóris afundarem-se não com mau tempo e mar alto, mas como na foto. Estes dóris eram bem maiores que os da frota de Portugal, pois eram feitos para dois pescadores e a nossa pesca era sempre com um homem por dóri. Nesta faina, o Português nunca se deu bem “aos pares”, chegando-se mesmo a fazer a experiência no passado. De imediato os pescadores se queixaram que só se atrapalhavam uns aos outros e além disso as contas do ganho eram mais claras cada qual no seu bote. O sistema de ganhos na pesca do bacalhau era feita por quintais (cerca de 60 quilos) de peixe que cada homem apanhava e o olho do capitão a bordo era quem media o dóri que vinha ao navio descarregar. Por onde a água desse no bote... estava o peso medido e apontado. Aspectos por vezes pouco claros e injustos desta faina.. Por outro lado este sistema levava também à competição entre muitos pescadores, tendo havido alguns “campeões” históricos e normalmente a “luta” era salutar. No entanto picardias também as houve... .



publicado por cachinare às 08:14
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De jaime pontes a 31 de Janeiro de 2009 às 01:00
Pois é ,que béla foto ,como se carregava um bote até pareçe façil ! Muitas vezes fis igual mas devo dizer que se fosse agora não éra capaz de fazer o mesmo ! portanto éra por nesseçidade que um homem punha a vida em risco,mas muitas vezes até o proprio Capitão ralhava ém espeçial quando estava aragém de vento ou marolia,mas quem não queria pescar sempre mais? quase todos embora houvesse alguns que só queriam cumprir calendario ,estavam só para livrar -se da tropa e pouco mais ! Mas os françeses antes tambem chegaram a pescar cada homem seu bote ,mas depois de um naufragio grande que houve ,a partir daí começaram dois num bote eu cheguei a ouvir essa história ,os Portugueses nunca quiseram que assim fosse porque cada um tinha que valer por si ,mas que éra difiçil lá isso éra...um abraço ...Jaime pontes


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos