Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009
Nos Porões da Memória II.

 

«A memória das grandes sagas do trabalho no mar só serão menos frágeis se as suas narrativas partilhadas no espaço público se alimentarem de testemunhos subjectivos e plurais. As fotografias obtidas nos interstícios das fainas do bacalhau, ora destinadas ao acto íntimo de recordar, ora vertidas em longos álbuns compostos com uma certa intenção documental, confirmam a natureza fortemente visual das culturas marítimas. Muitos foram os tripulantes das frotas bacalhoeiras que se deram ao gosto de fazer fotografias do estranho mas belo mundo em que se moviam. Não poucos "oficiais" e alguns pescadores fotografavam em silêncio, quais actores efémeros de uma vida que sabiam extraordinária e condenada aos rituais da recordação, ao arquivo nos "porões da memória"... Esta exposição é composta por dois conjuntos de fotografias que têm em comum o facto de ambos os autores serem estrangeiros que, a dado passo, se interessaram por observar e registar a faina dos pescadores-marinheiros portugueses. Friedrich W. Baier, um engenheiro e arquitecto naval, partilha connosco o modo como viu e sentiu a azáfama do Gazela Primeiro e do Creoula. Hector Lemieux, realizador de cinema, oferece-nos um belo retrato da faina do Santa Maria Manuela na campanha de 1966. O modo como captou a pesca dos “dorymen” expressa-se de forma ainda mais eloquente no filme documental The White Ship, uma curta-metragem de alto valor estético, que integra esta segunda série de Nos Porões da Memória. Estas imagens de homens e navios de muito mar, só puderam ser resgatadas e exibidas graças à generosidade dos capitães A. Marques da Silva - ex-capitão do Gazela Primeiro e Creoula - e Vitorino Ramalheira - ex-capitão do Santa Maria Manuela. As amizades que fizeram a bordo, no convívio com os autores das fotografias e do filme, persistiram e frutificaram».
 

Álvaro Garrido

Director do Museu Marítimo de Ílhavo

 

Nos Porões da Memória II
Fotografias de Friedrich Baier e Hector Lemieux
Inauguração no dia 31 de Janeiro, às 17 horas - Museu Marítimo de Ílhavo
 
***************

 

Mais uma prova do bom trabalho que se vai fazendo por Ílhavo, trabalho que não é mesmo para parar e continuar a mostrar, a desenvolver gostos, a reavivar memórias. Julgo reconhecer o pescador à direita na foto como sendo a bordo do “Santa Maria Manuela” em 1966. Será pois uma foto de Hector Lemieux, cujo filme tenho a sorte de possuir. É mais um evento que não posso presenciar in loco... até um dia.

 

Muitos parabéns ao Director do Museu e a todos que com ele trabalham em prol disto que aqui vemos.



publicado por cachinare às 08:26
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Outros tempos ,diria mesmo meus tempos de rapaz ,o...
Pois ,nesse estado bem bebido até a sua sombra ele...
Ver está foto, salta-me muitas saudades de ouvir m...
Pescador da Nazaré ,homem do antigamente ,com traj...
Uma das formidáveis pinturas de Almada Negreiros, ...
sou de Nazare gostava de saber o meu estorial de 1...
....................COMEMORAÇÕES DO DIA DA MARINHA...
Esta réplica do Vila do Conde, participou em vário...
Pois é exactamente tal como acima se diz.Depois de...
Boa tarde , com respeito a foto aqui presente eu j...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos