Quinta-feira, 30 de Novembro de 2017
A preto e branco.

PT-CPF-EL-000248_m0001_derivada

A bordo do lugre-patacho “Gazela Primeiro”, nos anos 50 um pescador demonstra como se apanhava bacalhau “à zagaia”, instrumento de pesca que não usava isco, atraíndo o bacalhau pela sua chumbada em forma de peixe. Foto de Eduardo Lopes.



publicado por cachinare às 19:21
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De jaime pião a 1 de Dezembro de 2017 às 13:35
Claro que como demonstração tá tal e qual mas ,não é real é foto ,então o bacalhau está zagaiado mas é um faz de conta ,porque vesse que esta teso só mesmo para a foto .Pesca do bacalhau a zagaia era muito duro diria mesmo muito trabalhoso e, passar horas a ripar linha ,abaixo e acima custava muito ,mas, era muito isso ,eu por exemplo não gostava da zagaia mas sim do zagaim ,quase o mesmo mas, o zagaim era mais pescador e mais leve ,dava sempre para arranjar uma sarretada de bacalhau ,isto quando ele bacalhau estava debaixo do bote e, ultimamente com meia duzia de borrachas se carregava o bote mas era quando o bacalhau não comia o isco e andava com comedoria como o capelim ou o sandil e, assim se pescava o bacalhau na Terra Nova e Groenlândia .


De Al bino Gomes a 2 de Dezembro de 2017 às 11:42
Na verdade, tal como diz o Jaime Pontes, esta pose é mesmo para a fotografia. Primeiro, porque dos muitos quintais de bacalhau que zagaiamos, muito dificilmente um peixe destes seria zagaiado pela boca, e logo de dentro para fora, como se fora um anzol com isca. Segundo porque mesmo de bordo do navio, com aquelas águas frias e geladas, ninguém se punha a zagaiar sem luvas... Somente mesmo, um dos meninos da ré o faria...mas, para a fotografia.


De Al bino Gomes a 2 de Dezembro de 2017 às 11:59
Aproveitando a ocasião, sugiro a todos, pescadores e não pescadores da região, que visitem aquela Exposição sobre a Pesca do Bacalhau, onde para além das imagens fotográficas, poderão consultar as fichas de todos os Navios e Pescadores Bacalhoeiros. Está patente na avenida marginal de Caxinas - Vila do Conde. A organização é da Associação Bind'o Peixe. Atendendo ao seu valor didáctico e cultural aconselhamos a visita. Nós voltaremos .


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Tal como se poderá observar pela matrícula e pela ...
Gostei muito do seu blog, se quiser ver um pouco m...
Este comentário anónimo. datado de 9 de Setembro ...
Para além deste mar azul e da sua areia dourada, +...
Na verdade, tão belo quanto elucidativo este quadr...
Mas que beleza de foto ou pintura que retrata bem ...
Aproveitando a ocasião, sugiro a todos, pescadores...
Na verdade, tal como diz o Jaime Pontes, esta pose...
Claro que como demonstração tá tal e qual mas ,não...
Tal como se fosse um «filho pródigo», 7 meses depo...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos