Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2015
A preto e branco.

 

A festa da Benção dos Bacalhoeiros de 24 de Abril de 1938, no rio Tejo. Um tempo em que Portugal não precisava da passagem da Tall Ships Racing pelas suas costas para poder admirar veleiros. A frota bacalhoeira era já nesta altura composta por inúmeros e belíssimos veleiros, a maior parte deles construídos em Portugal. O lugre-motor que se vê ao centro da foto foi uma das excepções, pois trata-se do “José Alberto”, da praça da Figueira da Foz.

Este lugre bacalhoeiro de casco de aço foi construído em 1923 na Dinamarca, no estaleiro H.C. Christensen, de Warstre. Foi baptizado pelo seu primeiro proprietário com o nome de "Caroline” e navegou como cargueiro até 1935, ano em que foi adquirido pelos armadores portugueses da Sociedade de Pesca Oceano Lda, da Figueira da Foz, armando-o para a pesca do bacalhau.



publicado por cachinare às 17:56
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Anónimo a 30 de Janeiro de 2015 às 12:32
Eis aqui o famoso José Alberto, também popularmente conhecido entre os pescadores de toda a frota bacalhoeira pelo «chapa d'aço».
Tal como se observa nesta foto de 1938, ainda os cascos eram pintados das mais diversas cores, conforme a vontade do freguês.
A partir da chamada Segunda Grande Guerra, de 1939 a 1945, ficou convencionado que passariam a ser todos pintados de branco, com uma grande bandeira nacional, bem visível, para evitarem qualquer ataque dos submarinos alemães, já que o governo de Salazar tinha manifestado a Hitler a sua neutralidade em tal guerra.
Num aparte, poderemos dizer que nos dias de hoje a senhora Merkel, sem armas, já conseguiu aquilo que não conseguiu aquele seu famigerado antecessor :
- Dominar toda a Europa, mesmo sem canhões, submarinos ou aviões . . .

(Submarinos ? . . .Onde é que já ouvi falar disto ? . . .)

Al bino Gomes


De Anónimo a 31 de Janeiro de 2015 às 11:37
Pois é,
A gente está a ver como é Portugal na CEE .


De Jorge Francisco a 7 de Março de 2019 às 14:02
Estimados gostava de saber até que ponto nos era possível obter a vossa autorização para publicação das vossas fotos sobre a faina do bacalhau.

Os nossos antecipados agradecimentos


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Alguém sabe onde posso adquirir este livro????
Estimados gostava de saber até que ponto nos era p...
Caro António Pina, obrigado pela dica. O link foi ...
O outro artigo referido no fianl pelo autor mudou ...
Bela foto na praia da Nazaré.Ontem mesmo, por ocas...
Errado!A madeira para fabricar os barcos nada tinh...
Tal como diz o amigo Jaime Pião, de facto Vila do ...
Nos idos tempos do dr. Salazar, os meus «sapatos» ...
Um Bom e mais assíduo Ano Novo, para o amigo Fang...
910397171email: mimanb1988@gmail.comEstou a escrev...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos