Terça-feira, 25 de Outubro de 2016
Aquele Portugal.

 

Artesanato dos velhos pescadores da Nazaré. Numa altura em que ainda não era feito na China.



publicado por cachinare às 18:54
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 29 de Outubro de 2016 às 18:32
Esta é uma das actividades que os nosso políticos podiam ter incentivado nos pescadores vilacondenses, em vez de os incentivar no vício do jogo das cartas, actividade em que alguns perdem tantos e tantos dos melhores dias das suas vidas de merecido descanso, atrofiando suas mentes . . .
Tal como dizia o outro que Deus lá tem: «É a vida !


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
boa noite, poderiam me informar qual a data do pai...
Sales Manager (https://numberoneboats.com/)Sales M...
Este arranjo está relacionado com a sua transforma...
Caro José Valério,Obrigado pelo comentário e refer...
Bom diaParabéns pela excelente pesquisa e apresent...
Parabéns pelo artigo!Não conhecia!
Olá nasci a ouvir as histórias do meu tetravo. Gos...
Caro amigo Cunha - (Carocho do Rio Minho o CORVO)A...
Os meus falecidos pais que eram um jovem casal de ...
A aiola é uma adaptação local da antiga "iole", "y...
tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

links
arquivos