Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
Aquele Portugal.

 

Matosinhos de 1967, com as suas mulheres do mar e embarcações do tipo das bateiras, muito usadas até então no auxílio de descarga da sardinha desde as traineiras até ao areal.



publicado por cachinare às 15:06
link do post | comentar | favorito (1)

1 comentário:
De Carlos Carvalho a 16 de Abril de 2020 às 19:15
António
Não consigo enviar-te mails
Recebo-os devolvidos pela Google com indicação de não existir o endereço.
É estranho pois respondi ao teu mail vindo do endereço do Sapo.
Envia outro endereço alternativo
Abração
Carlos


Comentar post

mais sobre mim
subscrever feeds
últ. comentários
Mus Pais tinham uma pequena tasca que servia almoç...
Boa tarde:Eu não irei propriamente comentar nenhum...
Um texto de uma rara emoção e intensidade, à altur...
Poderiam colocar a tag ficção ou cinema/tv. em bre...
A série "Terra Nova" da RTP é baseada na obra "Lug...
Muito interessante.Obrigado.
Boa tarde,Partilho também do orgulho de ser 5ª net...
AntónioNão consigo enviar-te mails Recebo-os devol...
Boa Tarde. Eu sou neto de Salvador de Carvalho, fi...
Bom dia. Ainda é possível com prar o livro "Entre ...

culturmar

tags

a nova fanequeira de vila chã

ala-arriba

alan villiers

apresentação

aquele portugal

argus

arte marítima

bacalhoeiros canadianos-americanos

bacalhoeiros estrangeiros

bacalhoeiros portugueses

barcos tradicionais

caxinas

cultura costeira

diversos

fotos soltas

galiza

jornal mare - matosinhos

memórias

modelismo naval

multimédia

museus do mar

pesca portuguesa

póvoa de varzim

relatos da lancha poveira "fé em deus"

santa maria manuela

veleiros

vila do conde

todas as tags

Vídeos
links
arquivos